31/08/08

Intercâmbio Culinário - Feijão Tropeiro


Quando a Nana me desafiou a participar no Intercâmbio Culinário, não hesitei e embarquei na aventura. E logo pensei na Mari, do divertido e delicioso blogue Na Batedeira, como companheira de viagem. Afinal, quem melhor do que a “comadre” para partilhar esta experiência? A nossa sintonia sempre foi grande, por isso não é de estranhar que a Mari tenha acertado à primeira, ou seja, o feijão tropeiro foi a primeira receita que ela me sugeriu e eu quis logo fazer.

O feijão tropeiro é típico de Minas Gerais, de onde é a Mari, e era feito pelos cozinheiros das tropas que se encarregavam de levar o gado. Aqui encontram mais informação sobre este prato.
Fiz metade da receita que a Mari me passou e reduzi um pouco a quantidade de farinha de mandioca e de bacon. A foto não ficou brilhante, sobretudo porque faltou enfeitar com a salsa picada.


Ingredientes:

500 g de feijão roxinho cozido

(usei feijão vermelho)
150 g farinha de mandioca
(250 g na receita original)
3 ovos
(5 ovos na receita original)
½ cebola picada

1 colher de sopa de massa/tempero de alho e sal
(substitui por 4 alhos espremidos + sal a gosto)
1 colher de sopa de banha
(usei azeite)
150 g de bacon
(250 g na receita original)
Salsa picada

Numa caçarola, fritar o bacon e reservar. Cozinhar os ovos na gordura que o bacon destilou e reservar (os ovos são mexidos e não estrelados). Na mesma caçarola, adicionar o azeite, refogar o alho e a cebola e juntar o feijão. Deixar cozinhar dez minutos. Acrescentar a farinha aos poucos. Desligar o lume e acrescentar o bacon e, por último, os ovos. Enfeitar com salsa picada. Habitualmente, serve-se com com arroz com alho, lombo de porco, linguiça, couve com alho e torresmo. Como é sabido, adoro picante e, como tal, na hora de servir, não resisti em deitar umas gotas de gindungo (made by Migas): ficou óptimo!

16 comentários:

  1. Esse feijão tem óptimo aspecto. Já tinha ouvido falar mas nunca fiz :) A foto ficou muito bem!
    Em breve vai ser publicado no intercâmbio :) Espero que tenhas gostada e obrigada pela participação!

    ResponderEliminar
  2. Pipoka, saudades de vc mulher! Os pés devem estar doendo de tanta Havaiana! rs
    Espero que tenhas curtido muito as férias.
    Tropeiro é uma delícia não? "bom demais da conta, sô!" como diriam os mineiros.
    bjs

    ResponderEliminar
  3. feijão tropeiro é uma comidinha incrivelmente deliciosa...

    ResponderEliminar
  4. Eu gostei bastante de participar no intercambio.
    Feijão tropeiro é algo de que já ouvi falar mas que também nunca provei.

    Bem vinda de volta!

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Bem vinda Pipoka!!!
    Como foi as férias?
    Ficou maravilhoso o seu feijão, igualzinho que se come aqui.
    Obrigada pela participação flô!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Não sou fã de feijão, mas do tropeiro sempre experimento... taí um que gostaria de dar uma colheradazinha!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Uai que bom que vc postou essa receita, eu adoro e nao faço a muito tempo!
    Que delícia me deixou com agua na boca!
    Vou me aventurar a fezer isso logo
    Bjks

    ResponderEliminar
  8. Comadre do meu coração, fiquei muito feliz e honrada com suas palavras.
    O prato ficou nota mil! A foto tb ficou linda, viu. Beijos!

    ResponderEliminar
  9. Qie bom que você gostou, afinal eu sou mineirinha rs
    è muito bem mesmo né?!
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Gostei de saber a receita porque já conhecia de nome mas nunca tinha visto como se fazia
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Ola Pipoka
    Então, gostou do feijão tropeiro? A origem é de por aqui na região em que vivo. Era comida feita para carregar por dias no lombo do cavalo a tocar as boiadas.
    Sabe que sábado fiz novamente o arroz de bacalhau da Nair Azevedo e, por minha conta e risco, coloquei espinafre. Adorei.
    Estava com saudades, apareça mais. bjos

    ResponderEliminar
  12. Fim de férias bastante inspiradoras...não sou mineira mas amo feijão tropeiro, esse intercâmbio é bom demais.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  13. Esse Intercâmbio tem rendido muita coisa bacana!
    Que bom que fez parte dele também... receitinha esperta!
    Kisss^^

    ResponderEliminar
  14. Hummm... Isso cheira-me a comida boa Pipoka! Também nunca provei e nem tinha ouvido falar. E é bem fácil não é? Confesso que à primeira vista feijão com ovo mexido não me parece bem mas no conjunto deve ficar uma delícia! E fico feliz que tenhas gostado do gindungo! Para a próxima levo-te Caleqeta que é um pouquinho mais difícil de encontrar mas que, é de ir às lágrimas! Mesmo! ahahah

    Beijão!

    ResponderEliminar

A sua opinião conta: comente, sugira alterações, pergunte e tempere a gosto.

Qualquer dúvida, não hesite em perguntar. Tentarei responder a todos os comentários e prestar esclarecimentos aqui no blogue ou via email.